Em ótima companhia em qualquer lugar
Rádio Difusão, a sua melhor escolha
Sintonize conosco e fique por dentro de tudo
Ouça os melhores lançamentos musicais
Disk 94
Apresentação
Paulo Frizzo
Tocando a Bola
Com Francisco Basso Dias e equipe esportiva

Novo normal: os cuidados do dia a dia para evitar a propagação da Covid-19

Publicado 28/05/2020 às 01:51

*Por Cristiane Bomfim, da Agência Einstein 

O isolamento social e os cuidados para evitar a transmissão do novo coronavírus são realidade e não há previsão de quando a vida voltará ao normal. E mais: acredita-se em um novo normal após a pandemia, caracterizado pelo maior distanciamento físico, uso de máscara em locais com grande número de pessoas e maior frequência de higienização das mãos. Mas tudo isso deve continuar sendo feito de acordo com o passo a passo correto.

“Não adianta estar com máscara e, com frequência, levar a mão ao rosto sem higienização, por exemplo”, explica o infectologista Moacyr Silva Junior, do Hospital Israelita Albert Einstein. “É preciso ainda tomar cuidados com a desinfecção de compras e utensílios. As regras são as mesmas, independentemente do estado ou cidade em que você mora.”

Uso correto das máscaras
As máscaras devem ser usadas em todos os lugares, sem exceção: rua, carro, metrô, ônibus, mercado, açougue, trabalho, banco, praças, durante caminhadas. “O ideal é sair de casa com ela no rosto e permanecer assim ao longo dia”, explica o médico. Para o dia a dia, ele explica que o Ministério da Saúde recomenda o uso de máscaras de pano com pelo menos duas camadas. Os tecidos podem ser algodão, tricoline, TNT ou qualquer outro que seja grosso. A máscara deve estar bem ajustada ao rosto e cobrir totalmente a boca e o nariz.

O Infectologista faz uma lista de cuidados necessários em relação ao uso de máscara. Confira:
– a máscara é de uso individual e não pode ser dividida;
– ela deve ser trocada sempre que estiver úmida ou suja. Por isso, o ideal é que cada pessoa tenha, pelo menos, duas máscaras de pano disponíveis para o uso ao longo do dia;
– a máscara deve ser usada SEMPRE ao sair de casa;
– antes de vesti-la, lave as mãos com água e sabão ou as higienize com álcool gel. Pegue a máscara pelas alças e a coloque no rosto;
– evite tocar o rosto – especialmente nos olhos, que estão descobertos ao longo do dia. Se precisar tocá-los, higienize as mãos antes e depois;
– carregue sempre um saquinho plástico: toda vez que precisar retirar a máscara – como na hora das refeições –, higienize as mãos, retire-a pelas alças e coloque-a no saquinho fechado para evitar a contaminação. “O contato da máscara com outras superfícies pode contaminá-la”, explica o especialista Silva Junior.

Como lavar a máscara

A máscara deve ser lavada separadamente das outras roupas com água e sabão. Depois, pode ser mergulhada por 30 minutos em uma solução desinfetante (2 colheres de sopa de água sanitária em 1 litro de água). Após o enxague e a secagem, ela deve ser passada com ferro quente e guardada em uma embalagem fechada.

Cuidados nos elevadores
– Utilize o elevador individualmente ou apenas com moradores do mesmo apartamento;
– em caso de elevadores cheios, aguarde o próximo ou prefira as escadas;
– evite conversar dentro do elevador;
– não encoste nas paredes do elevador e, se possível, utilize um lenço descartável para apertar o andar. Você pode também higienizar as mãos após digitar o andar.

Cuidados no táxi ou nas corridas por aplicativos
– Tanto passageiro quanto motorista devem usar máscara;
– viaje no banco traseiro;
– mantenha as janelas abertas, se possível. A circulação do ar reduz os riscos de contágio;
– ao desembarcar, higienize as mãos;
– motoristas devem evitar a retirada da máscara e, sempre que o fizerem, precisam colocá-la em um recipiente plástico.

Precauções no transporte público
– Esteja de máscara;
– tente manter distância de ao menos 1 metro dos demais passageiros;
– não leve a mão ao rosto, tampouco toque a máscara ao longo do percurso;
– ao desembarcar, higienize as mãos e os objetos tocados ao longo da viagem (como celulares).

Nas viagens de avião
– Evite viajar;
– use máscara e, se possível, tente intercalar os assentos;
– em viagens curtas, evite comer no avião. Assim você reduz as chances de contaminação com a retirada da máscara;
– use álcool em gel ao entrar e sair da aeronave.

Higienização de alimentos

É importante lembrar que os vírus não se multiplicam em alimentos ou superfícies, mas eles são veículos de transmissão.
– Mantenha pias, mesas, bancadas e utensílios domésticos limpos e secos. A limpeza pode ser feita com água e sabão e água sanitária. Estes procedimentos evitam a presença de microrganismos indesejados (incluindo o novo coronavírus) e contaminação cruzada, que é a transferência destes microrganismos de alimentos ou superfícies contaminadas para alimentos limpos;
– as embalagens de produtos comprados em supermercados devem ser limpas ao chegar em casa. Embalagens plásticas, caixas e latas devem ser lavadas inicialmente em água corrente para retirada de resíduos sólidos. Depois devem ser mergulhadas em uma solução desinfetante (medida: 1 colher de sopa de água sanitária em um litro de água) e enxaguadas em água corrente. É importante lembrar que solução à base de vinagre não é capaz de eliminar completamente vírus e bactérias;
– o procedimento é o mesmo para vegetais, folhas e frutas antes de serem armazenados na geladeira. Neste caso, a recomendação é o uso de substâncias sanitizantes próprias para alimentos.

Refeições prontas
– Em casos de entrega de comida (comprada por aplicativo), a recomendação é evitar o contato com o entregador e opção por embalagens de papelão;
– as embalagens devem ser desinfectadas antes da retirada dos alimentos e descartadas;
– preferir pagamento remoto (pelo próprio aplicativo), mas se for manusear cédulas ou máquinas de cartão, higienize as mãos antes de tocar os alimentos.

 

PUBLICIDADE