Em ótima companhia em qualquer lugar
Rádio Difusão, a sua melhor escolha
Sintonize conosco e fique por dentro de tudo
Ouça os melhores lançamentos musicais
Difusão Pampa e Sertão
Apresentação
Paulo Frizzo
Brasil Caboclo
Apresentação
Edeovaldo Dias dos Santos
PUBLICIDADE

A um mês da entrega do Imposto de Renda, Receita Federal estuda adiar o prazo

Publicado 31/03/2021 às 10:53
A Receita Federal afirma que possibilidade de postergar é analisada, mas por enquanto entrega deve ser feita até o dia 30 de abril

A Receita Federal afirma que possibilidade de postergar é analisada, mas por enquanto entrega deve ser feita até o dia 30 de abril
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda 2021, ano base 2020, termina daqui a um mês. A Receita Federal tem analisado a possibilidade de adiamento, caso seja necessário, por causa do agravamento da pandemia de Covid-19 e aumento de restrições, mas por enquanto a entrega deve ser realizada até o dia 30 de abril.

Projeto do deputado federal Rubens Bueno (Cidadania-PR) prevê prorrogar até 31 de julho de 2021 o prazo para a entrega. O texto é o primeiro da pauta prevista para ser votada nesta quarta-feira (31), na Câmara dos Deputados. O autor defende a prorrogação por causa do agravamento da pandemia de Covid-19.

A Receita também não descarta o adiamento. “Nós fazemos monitoramento diário, que indica que os números até agora estão acima da expectativa. Ainda não houve nenhum impacto no ritmo de entrega das declarações. O prazo vai até 30 de abril, por isso temos tempo ainda de avaliar se há necessidade ou não de fazer a prorrogação”, afirmou o secretário especial da Receita Federal, José Barroso Tostes Neto.

Até a segunda-feira (29), 8.992.283 declarações haviam sido registradas, das quais 32.512 foram entregues com certificado digital. Segundo a Receita, por enquanto, não há nenhum indício de atraso nem antecipação. Os declarantes estão seguindo o padrão que já acontece há anos.

“É importante que o contribuinte atente para o prazo de entrega, pois estando obrigado à apresentação da declaração e não o fazendo no prazo previsto, estará sujeito a multa”, informou em nota.

O serviço de declaração pré-preenchida, que foi ampliado este ano e que puxa os dados direto do site da Receita Federal. Para isso, é preciso acessar o gov.br/receitafederal, onde é possível puxar a declaração já pré-preenchida. Nela contém as informações que os bancos mandaram para Receita sobre os rendimentos, o que as empresas mandaram também sobre salários, quase todos os rendimentos estão na declaração pré-preenchida.

Por O Sul

PUBLICIDADE