Em ótima companhia em qualquer lugar
Rádio Difusão, a sua melhor escolha
Sintonize conosco e fique por dentro de tudo
Ouça os melhores lançamentos musicais
Difusão Pampa e Sertão
Apresentação
Paulo Frizzo
Chamada Geral
Rede Gaúcha SAT

Audiência pública discute o uso de energias renováveis no Estado

Publicado 28/07/2020 às 02:18
Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

O secretário do Meio Ambiente e Infraestrutura do Rio Grande do Sul, Artur Lemos Júnior, e o diretor do Departamento de Energia da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema), Eberson Silveira, participaram de uma audiência pública on-line na tarde desta segunda-feira (27/7) que discutiu o uso de energias renováveis no Estado. O encontro, promovido pela Comissão de Economia, Desenvolvimento Sustentável e do Turismo da Assembleia Legislativa, reuniu membros da sociedade civil e do governo.

O secretário destacou que a maior parcela da energia do Estado, 51%, é proveniente da geração hídrica, e 21% de energia eólica. “Somente em 2019, 93% da energia gerada teve origem na energia renovável. Estamos efetivamente cumprindo com o trabalho que nos foi proposto quando integramos as pastas de meio ambiente e infraestrutura: pensar no planejamento e nas ferramentas para sua efetivação”, destacou Lemos.

Segundo o presidente da Comissão, Sebastião Melo, as energias renováveis são opções seguras para o desenvolvimento, e o governo pretende avançar no assunto. Para o mês de agosto, está previsto o lançamento de um programa em parceria com o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) focado no fomento de investimentos eólicos.

Neste sentido, a Sema, juntamente com a Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), tem atuado em um comitê para acompanhar os empreendimentos considerados estratégicos ao Estado, como é o caso das linhas de transmissão (LTs) de energia. No ano passado, a Fepam diz ter emitido 49 documentos para o setor. Em 2020, até o momento, foram quatro licenças prévias (LP) e 15 licenças de instalação (LI) emitidas, o que resultou na antecipação do cronograma de obras em quase dois anos com relação ao prazo previsto no leilão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Silveira finalizou o evento lembrando que o Estado é um dos precursores no Brasil no quesito energia, com cerca de 80% de instalações renováveis. O Departamento de Energia desenvolveu um Atlas Eólico – para acessá-lo, clique aqui – e já trabalha na construção de um Atlas de Recursos Hídricos e Energéticos. “Esse trabalho mostra que somos proativos na questão das renováveis, não só pela matriz, mas pelo envolvimento e planejamento de efetivação, buscando atrair investimentos no segmento”, destacou o diretor de Energia da Sema.

Para acessar a gravação da audiência pública, clique aqui.

PUBLICIDADE