Em ótima companhia em qualquer lugar
Rádio Difusão, a sua melhor escolha
Sintonize conosco e fique por dentro de tudo
Ouça os melhores lançamentos musicais
Frequência Livre
Apresentação
Paulo Frizzo
Rádio Cidade
Apresentação Francisco Basso Dias

Confira dicas para deixar o ambiente melhor arejado em dias frios

Publicado 21/06/2022 às 08:41

Abertura de janelas e portas, quando possível, permite a troca de ar dos ambientes | Foto: Alina Souza

O frio característico das últimas semanas requer cuidados especiais, tanto com o organismo quanto com os ambientes domésticos e de trabalho. Porém, por mais que se tente fugir das baixas temperaturas, elas estão por toda parte, e utilizar de técnicas para afastar a incômoda sensação relacionada no interior destes lugares é uma questão primordial, diretamente relacionada com o bem-estar pessoal. Há algumas dicas importantes neste caso, começando por buscar abrir as janelas, ao menos um pouco, fazendo com que o sol ingresse.

“A abertura permite que se troque o ar destes ambientes, mesmo que em uma pequena proporção, mesmo que se tenha aquecedor”, salienta o arquiteto, urbanista e professor da graduação de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Feevale, Alexandre Bento. A Organização Mundial da Saúde (OMS), por exemplo, aponta que o risco de contrair a Covid-19 “é maior em ambientes com aglomerações e com ventilação inadequada, onde muitas pessoas passam longos períodos juntas e muito próximas”.

Outro órgão de referência, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, salienta a importância da ventilação adequada para “aumentar o fornecimento de ar limpo e diluir potenciais contaminantes”, como o coronavírus. “Se abro um pouco da janela, o aquecedor ainda consegue realizar sua função, mas também não deixa o ambiente totalmente sem troca de ar”, afirma Alexandre. A regra é a mesma para aparelhos de ar-condicionado com função de aquecer.

Há também ocasiões em que ocorre o contrário: pela falta de circulação, às vezes dentro das residências fechadas a sensação de frio é maior dentro do que fora de casa. Na disposição das janelas e aberturas de residências, o fator material também tem bastante influência. Por isso, já na elaboração de um projeto, Bento ressalta ser importante pensar nos posicionamentos de estruturas como esquadrias, que recebem diretamente a luz natural.

Para evitar o frio, elas devem ser preferencialmente vedadas. Por fim, a localização da casa ou trabalho têm seu grau de consideração, no sentido de que áreas mais próximas a edifícios tendem a receber menos fluxo de ar a partir de determinada direção devido a um bloqueio natural, evitando os chamados corredores de vento. A ideia é que o ambiente possa permanecer com a temperatura um pouco mais agradável, não deixando de receber a luz, podendo reduzir a proliferação de doenças.

Dicas

– Para quem não abre mão de deixar os ambientes fechados, itens como piso vinílico, madeira ou carpetes, tapetes em locais onde há piso cerâmico e cortinas podem ajudar no aquecimento.

– Algumas esquadrias já vêm com vedação, enquanto há outras em que é necessário adquirir fitas, borrachas ou selantes em separado. Uma esquadria bem vedada ajuda a espantar o frio e também evita infiltrações de água.

– É mito que a casa de madeira é mais quente que a de alvenaria. Conforme o Escritório Piloto de Engenharia Civil (EPEC) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a madeira também é um isolante térmico natural. Ou seja, ela não absorve calor nem frio, mantendo um maior conforto.

por CP