Em ótima companhia em qualquer lugar
Rádio Difusão, a sua melhor escolha
Sintonize conosco e fique por dentro de tudo
Ouça os melhores lançamentos musicais
PUBLICIDADE

Em jogo de viradas, Inter vence o Ypiranga no retorno do time principal

Publicado 14/03/2021 às 09:56

Foto: Ricardo Giusti

Diferentemente das três primeiras rodadas, quando foi representado pela equipe sub-20, o Inter mandou ao gramado do Beira-Rio, neste domingo (14), um time muito mais próximo do ideal para encarar o Ypiranga, que até então era o líder do Gauchão. Entre as atrações, o peruano Paolo Guerrero, que ingressou nos minutos finais, voltando a jogar após quase sete meses afastado por lesão. E, apesar de não ter apresentado um bom futebol, venceu por 4 a 2 com gols no fim do jogo. Os gols foram marcados por Yuri Alberto, Zé Gabriel, Edenilson e Patrick.

Confira a classificação do Gauchão 2021

Como não foi regularizado a tempo junto à CBF, Miguel Ángel Ramírez não pôde fazer sua estreia de maneira oficial. Porém, foi possível ver o dedo do técnico espanhol no momento em que a escalação foi anunciada, com a reaparição de Danilo Fernandes no gol, Zé Gabriel na zaga e Edenilson recuado para a função de primeiro volante. A ideia de jogo também se mostrou explícita desde o apito inicial. Mesmo que Osmar Loss tenha assinado a súmula, o auxiliar Martín Anselmi dava as coordenadas na beira do campo para que o time avançasse suas linhas e trocasse passes desde trás.

Não demoraria para que o Inter se colocasse em vantagem. Aos cinco minutos, Rodinei cruzou à meia altura para Yuri Alberto, que limpou a marcação e bateu firme na saída do goleiro: 1 a 0. Mas se alguém esperava uma facilidade maior a partir daí, se surpreendeu.

Com dificuldades para desenvolver seu novo modelo de jogo, o Colorado só voltou a levar perigo quando Yuri Alberto pressionou o goleiro Deivity, dividiu a bola e, por pouco, não marcou novamente. Entretanto, as maiores falhas estiveram do lado vermelho.

Com uma marcação agressiva, o time de Erechim empilhou chances de gol. Aos 25, Clayton apareceu livre na área mas, na hora de finalizar, acertou a rede pelo lado de fora. Nos minutos finais do primeiro tempo, a sucessão de erros foi ainda maior. Primeiro, Danilo Fernandes tentou sair jogando com os pés e só não sofreu o gol porque o chute de Caprini explodiu no meio do caminho. Instantes depois, foi a vez de Zé Gabriel errar um passe após cobrança de tiro de meta, que também não foi aproveitada pelos rivais. Porém, quando Rodinei perdeu a bola no meio-campo, não houve perdão. Acionado em velocidade, Cristiano bateu prensado com Edenilson e deixou tudo igual no marcador: 1 a 1.

Na volta do intervalo, os problemas continuaram se repetindo. Assim, logo aos 3 minutos, Mossoró invadiu a área e foi derrubado por Praxedes. Caprini cobrou o pênalti e promoveu a virada do Ypiranga.

A comissão técnica colorada fez duas trocas de uma só vez, mandando Patrick e Caio Vidal a campo. Em seguida, Yuri Alberto aproveitou falha de seu marcador, arrancou em direção ao gol, e acertou potente chute na trave. Na mesma moeda, Cristiano sacudiu a baliza de Danilo Fernandes arriscando de longa distância.

Em sua primeira participação em campo, Guerrero pifou Caio Vidal, que finalizou no peito de Deivity. Em seguida, foi a vez do jovem atacante tentar devolver o presente, mas foi Patrick quem alcançou a bola, sem precisão para empurrá-la às redes. Na sequência, quando Rodinei arriscou de longe, o goleiro fez bela defesa, espalmando para fora.

Diante de tamanha pressão, a virada parecia inevitável. Nos minutos finais, Caio Vidal foi acionado em velocidade e acabou derrubado na área. Coube a Edenilson e Patrick decretarem os 4 a 2, que deixaram o Inter em quarto lugar na tabela. Agora, o time só voltará a campo no próximo domingo, quando visitará o lanterna Novo Hamburgo, muito provavelmente com Ramírez regularizado para estrear de forma oficial.

Por GZH

 

PUBLICIDADE