Em ótima companhia em qualquer lugar
Rádio Difusão, a sua melhor escolha
Sintonize conosco e fique por dentro de tudo
Ouça os melhores lançamentos musicais

Governo autoriza ministros e servidores em cargos de confiança a viajarem na classe executiva em voos internacionais

Publicado 12/01/2022 às 01:44

A autorização vale para as viagens a trabalho em voos com duração superior a sete horas
Foto: Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro editou um decreto que autoriza ministros e servidores em cargos ou funções de confiança a viajarem na classe executiva em voos internacionais com duração superior a sete horas. A autorização vale para as viagens a trabalho.

O decreto foi publicado nesta quarta-feira (12) no Diário Oficial da União. A nova medida também é válida para servidores que estejam substituindo ou representando autoridades.

Ao justificar o decreto, o governo afirmou que o objetivo é “mitigar o risco de restrições físicas e de impactos na saúde dos agentes públicos”. Segundo o Executivo, o voo na classe executiva atenua “eventuais efeitos colaterais em face de déficit de ergonomia” que os ministros e servidores encontrariam na classe econômica e evita que eles tenham “suas capacidades laborativas afetadas”.

Em 2018, o então presidente Michel Temer havia decretado que as passagens aéreas para tais viagens deveriam ser “sempre na classe econômica”. Caso os ministros ou servidores optassem pela classe executiva, teriam que pagar a diferença do próprio bolso.

por O Sul