Em ótima companhia em qualquer lugar
Rádio Difusão, a sua melhor escolha
Sintonize conosco e fique por dentro de tudo
Ouça os melhores lançamentos musicais
PUBLICIDADE

Inter busca classificação contra o Olimpia em “jogo perigoso” pela Libertadores

Publicado 22/07/2021 às 08:22

Taison, que não participou do jogo de ida, é diferencial do Inter para a partida | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

O Inter dá algumas demonstrações de que o pior já passou. Pelo menos, parou de sofrer tantos gols e, no domingo passado, voltou a vencer, encerrando jejum de seis partidas. Porém, a incipiente boa fase será posta à prova mais uma vez hoje à noite, às 21h30min, quando o time enfrenta o Olimpia, no Beira-Rio, pelas oitavas de final da Libertadores. A vitória é uma imposição não só para melhora da confiança e da autoestima, como para a saúde financeira do clube.

Como não houve vencedor no primeiro confronto entre ambos, quinta-feira passada, no Paraguai, a vaga está completamente em aberto. Quem vencer, segue em busca do título. Em caso de novo empate sem gols, a vaga será decidida em cobranças de pênaltis. Qualquer outro empate favorece o Olimpia por causa da previsão de saldo qualificado. Ou seja, trata-se de um confronto perigoso.

“Estamos vindo de uma boa sequência. São três jogos sem tomar gols e esse é um passo a mais para conquistar as vitórias”, afirmou o lateral Heitor, que concedeu ontem a entrevista na quarta-feira. Ele projetou o jogo contra os paraguaios: “Se não tomarmos gols, estamos mais perto da vitória. Claro que queremos decidir nos 90 minutos, mas não podemos nos jogar para a frente, pois, se eles fizerem um gol, teremos que fazer dois. Então, temos que ter o cuidado defensivo e, quando tivermos as oportunidades, matar o jogo”.

Diego Aguirre terá alguns acréscimos. Rodrigo Dourado, Yuri Alberto e Moisés, que foram poupados e não começaram em campo na vitória sobre o Juventude, domingo, por 1 a 0, ficam à disposição. Os três até devem ser titulares contra o Olimpia, mas as boas atuações de Thiago Galhardo, que, inclusive marcou o gol da vitória, e Paulo Victor acirraram a disputa por vagas. Palacios e Maurício também abriram luta com Caio Vidal e Patrick.

Além dos aspectos esportivos, a classificação para a próxima fase da Libertadores é fundamental para o Inter em termos financeiros. Se passar pelo Olimpia, a Conmebol depositará mais 1,5 milhão de dólares (R$ 7,8 milhões) nas contas coloradas.

Esse valor corresponde a cerca de metade dos investimentos realizados pelo clube no departamento de futebol (incluindo salários de jogadores e comissão técnica, logística, alimentação, etc) por mês. O título da Libertadores vale, na soma dos prêmios de todas as fases mais o de campeão, 22,5 milhões de dólares (cerca de R$ 118 milhões).

Copa Libertadores – Oitavas de final – Jogo de volta

Inter

Daniel; Heitor, Bruno Méndez, Víctor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado; Edenilson, Caio Vidal, Boschilia e Patrick; Yuri Alberto. Técnico: Diego Aguirre.

Olimpia

Alfredo Aguilar; Víctor Zalazar, Saul Salcedo, Antolin Alcaraz e Iván Torres; Alejandro Silva, Braian Ojeda, Edgardo Orzusa e Derlis González; Jorge Recalde e Isidro Pitta. Técnico: Sergio Orteman.

Árbitro: Christian Ferreyra (URU)
Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data e horário: 22 de julho, às 21h30min.

por CP