Em ótima companhia em qualquer lugar
Rádio Difusão, a sua melhor escolha
Sintonize conosco e fique por dentro de tudo
Ouça os melhores lançamentos musicais
Interatividade
Apresentação
Elton Dalla Rosa
Sabadão Musical
Apresentação
Edilon Flores

Museu de História da Medicina do RS cede respirador de 1950 para ser reproduzido por impressora 3D

Publicado 31/03/2020 às 02:22
 Equipamento

Instrumento TAKAOKA, da década de 1950, servirá de base para confecção de novos respiradores em impressora 3D    |   Foto: Simers

O Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul (MUHM), que é parceiro do Sindicato Médico do RS (Simers), emprestou à Sociedade de Anestesiologia do Estado um antigo equipamento de ventilação mecânica para reprodução em impressora 3D, a fim de atender à demanda gerada pela pandemia do novo coronavírus. O equipamento será encaminhado a São Paulo para que seja replicado.

O instrumento TAKAOKA, modelo K600, de fabricação na década de 1950 (foto anexa), servirá como base para a confecção de novos respiradores. A ação é coordenada por um grupo de anestesiologistas de São Paulo, coordenado pelo médico Giorgio Pretto.

“Neste momento delicado para a saúde mundial, ficamos honrados por poder colaborar, cedendo um dispositivo do nosso acervo. Que este aparelho, atualmente em desuso, volte a ser útil para salvar muitas vidas”, afirma o presidente do MUHM e diretor do Simers, Marcos Rovinski.

PUBLICIDADE