Em ótima companhia em qualquer lugar
Rádio Difusão, a sua melhor escolha
Sintonize conosco e fique por dentro de tudo
Ouça os melhores lançamentos musicais
Canto Nativo
Apresentação Docimar Schmidt
Nos Horizontes do Mundo
Apresentação
Edeovaldo Dias dos Santos

Professores gaúchos são alvo de golpe envolvendo precatórios

Publicado 27/04/2022 às 08:17

O golpe é aplicado pelo WhatsApp
Foto: TJ-RS/Divulgação

A Corregedoria-Geral da Justiça do Rio Grande do Sul fez um alerta para um golpe, via WhatsApp, que tem professores como alvo e visa à liberação de créditos decorrentes de precatórios.

Em um dos casos, mensagens fraudulentas, usando a identidade de uma servidora da Comarca de Santiago, foram enviadas pelo WhatsApp às potenciais vítimas com informações sobre a disponibilização de valores relativos aos precatórios e que a liberação pode ser realizada por meio de contato através de um telefone informado.

Documentos anexados à mensagem trazem o timbre do Tribunal de Justiça gaúcho e assinatura falsificada da servidora.

A orientação aos credores é que, antes de cederem seus créditos, procurem obter informações junto ao Serviço de Processamento de Precatórios do tribunal sobre o andamento do processo, previsão de pagamento e possibilidade de pedido/recebimento da parcela superpreferencial por doença grave, deficiente ou idoso.

A Corte ressaltou que nenhum valor é cobrado pelo Serviço de Processamento de Precatórios para a liberação das parcelas e tampouco para o pagamento do saldo ou integralidade do crédito do precatório.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (51) 3210-7291, 3210-7293 e 3210-7024, pelo e-mail precatorios@tjrs.jus.br ou presencialmente na avenida Borges de Medeiros, 1.565, em Porto Alegre, das 12h às 19h.

oor O Sul