Em ótima companhia em qualquer lugar
Rádio Difusão, a sua melhor escolha
Sintonize conosco e fique por dentro de tudo
Ouça os melhores lançamentos musicais

Professores gaúchos são alvo de golpe envolvendo precatórios

Publicado 27/04/2022 às 08:17

O golpe é aplicado pelo WhatsApp
Foto: TJ-RS/Divulgação

A Corregedoria-Geral da Justiça do Rio Grande do Sul fez um alerta para um golpe, via WhatsApp, que tem professores como alvo e visa à liberação de créditos decorrentes de precatórios.

Em um dos casos, mensagens fraudulentas, usando a identidade de uma servidora da Comarca de Santiago, foram enviadas pelo WhatsApp às potenciais vítimas com informações sobre a disponibilização de valores relativos aos precatórios e que a liberação pode ser realizada por meio de contato através de um telefone informado.

Documentos anexados à mensagem trazem o timbre do Tribunal de Justiça gaúcho e assinatura falsificada da servidora.

A orientação aos credores é que, antes de cederem seus créditos, procurem obter informações junto ao Serviço de Processamento de Precatórios do tribunal sobre o andamento do processo, previsão de pagamento e possibilidade de pedido/recebimento da parcela superpreferencial por doença grave, deficiente ou idoso.

A Corte ressaltou que nenhum valor é cobrado pelo Serviço de Processamento de Precatórios para a liberação das parcelas e tampouco para o pagamento do saldo ou integralidade do crédito do precatório.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (51) 3210-7291, 3210-7293 e 3210-7024, pelo e-mail precatorios@tjrs.jus.br ou presencialmente na avenida Borges de Medeiros, 1.565, em Porto Alegre, das 12h às 19h.

oor O Sul