Em ótima companhia em qualquer lugar
Rádio Difusão, a sua melhor escolha
Sintonize conosco e fique por dentro de tudo
Ouça os melhores lançamentos musicais
Flash Back
Apresentação
J. Carlos Nicolai
Mensageiro Gaúcho
Amílton Drews
PUBLICIDADE

Remo vence o Ypiranga de virada no Mangueirão

Publicado 27/12/2020 às 08:04

 

Foto: Samara/Remo

Em duelo isolado disputado no começo da noite deste domingo (27), o Remo-PA contou com dois gols do atacante Salatiel para virar sobre o Ypiranga-RS e vencer, por 2 a 1. O confronto, realizado no Mangueirão, em Belém (PA), fechou a terceira rodada da segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série C, a última do primeiro turno.

Com o resultado, os donos da casa retornam à liderança do Grupo D, com sete pontos, um a mais do que o Paysandu-PA, que fecha a zona de acesso. Zerados, os visitantes estão em situação extremamente delicada, enquanto o Londrina-PR, com quatro, segue no páreo.

A próxima rodada reserva os mesmos jogos. Ou seja, o Ypiranga recebe o Remo, às 20h do próximo domingo (3), no Colosso da Lagoa, em Erechim (RS). Na segunda-feira (4), às 20h, o Paysandu vai ao Estádio do Café, em Londrina (PR), encarar o Londrina.

PRIMEIRO TEMPO
O duelo começou aberto, com uma chance para cada lado aos sete minutos. Primeiro, Mossoró parou em boa defesa de Vinicíus, goleiro do Remo. Depois, Hélio, ficou em Deivity, arqueiro do Ypiranga. Caprini, aos dez, arriscou de longe e viu a bola desviar em Mimica e levar perigo contra os donos da casa.

Hélio, aos 14, respondeu para os mandantes em jogada individual. Depois, perdeu-se intensidade, com os visitantes chegando novamente apenas aos 32, com cabeçada de Cristiano que lambeu o travessão. Já aos 42, Caprini desperdiçou chance cristalina para os gaúchos ao pegar todo estranho na bola.

SEGUNDO TEMPO
Diferentemente do primeiro tempo, a etapa complementar começou mais devagar. Tanto que o primeiro bom momento saiu apenas aos 15 minutos – e da melhor forma para o Ypiranga. Jean carimbou a trave, e a bola sobrou para Tarik cutucar para o fundo do barbante.

O Remo demorou a responder, mas, quando o fez, virou. Aos 23, Augusto fez o cruzamento para Salatiel bater para dentro e deixar tudo igual. Já aos 31, o próprio Salatiel subiu e testou firme após cobrança de escanteio, garantindo o triunfo azulino.

Por Futebol do Interior

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE