Em ótima companhia em qualquer lugar
Rádio Difusão, a sua melhor escolha
Sintonize conosco e fique por dentro de tudo
Ouça os melhores lançamentos musicais
A Voz do Brasil
A Voz do Brasil

Vacina pediátrica custou R$ 69 por dose aos cofres públicos

Publicado 7/01/2022 às 02:24

Dose pediátrica da Pfizer foi aprovada pela Anvisa para uso em crianças maiores de cinco anos | Foto: Ina Fassbender / AFP / CP

A primeira remessa de vacinas da Pfizer contra a Covid-19 indicadas especificamente para uso pediátrico tem previsão de chegada ao Brasil em menos de uma semana. As aeronaves que transportarão o imunizante têm pouso previsto no aeroporto de Viracopos, em São Paulo. As entregas da fabricante americana Pfizer deverão ser semanais, e devem acontecer nos dias 13, 20 e 27 de janeiro. O contrato pactuado em dezembro de 2021 entre a empresa e o governo federal prevê a entrega de 100 milhões de doses este ano, ao custo de aproximadamente R$ 69 cada.

O valor total da compra é de R$ 6,96 bilhões. Em comunicado, a Pfizer se compromete a entregar 20 milhões de doses de seu imunizante pediátrico no primeiro trimestre deste ano. E afirma que a eficácia da vacina para este público alcançou 90,7%.

De acordo com a recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), as aplicações das vacinas no público infantil deverão seguir uma série de critérios, como a criação de salas específicas para a iniciativa.

Nessa quinta-feira, o Rio Grande do Sul disse esperar receber o primeiro lote de vacinas contra a Covid-19 destinadas a crianças de cinco a 11 anos no dia 14 de janeiro. Conforme a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Saúde (SES), o processo de distribuição dos imunizantes deverá ocorrer em 17 de janeiro.

 

*Com informações do repórter Luiz Felipe Mello