Em ótima companhia em qualquer lugar
Rádio Difusão, a sua melhor escolha
Sintonize conosco e fique por dentro de tudo
Ouça os melhores lançamentos musicais

WhatsApp: criminosos usam foto de perfil de usuários para aplicar golpe

Publicado 13/12/2021 às 08:28

Criminosos usam foto de perfil dos usuários do WhatsApp para enganar amigos e familiares
PIXABAY

Um número desconhecido entra em contato pelo WhatsApp, mas a foto é de uma pessoa familiar. Esta é a premissa do novo golpe que circula no aplicativo de mensagens do grupo Meta — antigo Facebook. O objetivo dos criminosos é o mesmo: extorquir usuários que se deixam levar apenas pela imagem conhecida no perfil.

A estrutura do golpe é simples e começa com o criminoso enviando uma mensagem em que diz que trocou de número, geralmente por ter deixado o telefone antigo em uma assistência técnica. Logo em seguida o estelionatário pede ajuda à vítima alegando que precisa fazer um pagamento, mas que está sem o aplicativo do banco no celular provisório.

Golpistas são diretos no pedido

Golpistas são diretos no pedido

“O fraudador pede uma transferência em dinheiro para alguma urgência, já que no novo celular o aplicativo do banco ainda não está autorizado a fazer esse tipo de transação”, comenta o especialista em prevenções de fraudes Fernando Guariento, da empresa AllowMe.

Segundo Guariento, nesse golpe o estelionatário tem a vantagem de ter informações pessoais da vítima, como o nome de familiares próximos. Isso acontece porque muitos usuários de redes sociais deixam o perfil aberto a desconhecidos e marcam em fotos amigos e parentes.

“Temos o costume de marcar familiares e deixar explícito nas legendas das fotos qual o grau de parentesco com eles, e são com essas informações que o fraudador age”, explica o especialista.

Outra forma de os golpistas conseguirem os dados pessoais das vítimas é por meio de vazamentos de dados. Os estelionatários podem encontrar em alguns sites o nome completo, telefone, endereço, email e até informações como CPF e RG.

Diferentemente do que ocorre no golpe do WhatsApp clonado, o perfil verdadeiro pelo qual o estelionatário se passa não perdeu o acesso ao aplicativo de mensagens. Dessa forma, a única maneira de o criminoso agir é criando uma conta nova e dizendo que supostamente teve um problema com o número antigo.

Para evitar golpes desse tipo, a AllowMe recomenda que os usuários mantenham o perfil em redes sociais disponível apenas para amigos e familiares. Além disso, a empresa destaca a importância de sempre desconfiar quando alguém pede dinheiro por aplicativos como o WhatsApp.

por R7