Em ótima companhia em qualquer lugar
Rádio Difusão, a sua melhor escolha
Sintonize conosco e fique por dentro de tudo
Ouça os melhores lançamentos musicais
Momento Nativo
Apresentação de Paulo Frizzo
Panorama de Notícias
Apresentação Amílton Drews e Edilon Flores

Governo do RS lança projeto que prevê mais de R$ 76 milhões em investimentos no setor cultural

Publicado 17/08/2021 às 05:25

“No Estado, nosso governo fez a sua parte para estimular a cultura”, destacou Leite
Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

O governo do Rio Grande do Sul lançou na tarde desta terça-feira (17), no Palácio Piratini, o projeto Avançar na Cultura, que investirá R$ 76,1 milhões no setor até 2022.

“Hoje é um dia positivo, em que fazemos um anúncio inédito para o setor cultural do Rio Grande do Sul, um dia que, com certeza, vai injetar ânimo nos agentes culturais de todo o Estado. Além da pandemia e da crise econômica, a cultura no Brasil ainda sofre com a forma com que o governo federal trata o setor. No Estado, nosso governo fez a sua parte para estimular a cultura, porque acreditamos de verdade na energia produzida pelo setor cultural gaúcho”, afirmou o governador Eduardo Leite.

De acordo com ele, o projeto é possível graças às reformas estruturais que foram feitas no início da sua gestão. Além de investimentos financeiros, o Avançar na Cultura prevê programações especiais, promoção de visibilidade de identidades culturais e ações de inclusão e solidariedade.

“O que temos aqui, hoje, é inédito. Eu trabalho há 36 anos com cultura e posso garantir que, nessa história recente do RS, nenhum governador apresentou o que está sendo apresentado aqui hoje”, afirmou a secretária estadual da Cultura, Beatriz Araujo. “Os secretários da Cultura faziam apesar das dificuldades, e eu faço porque tenho todo o aporte afetivo, técnico e todas as condições para trabalhar. Então, só tenho que agradecer. A cultura do Estado tem a agradecer, porque o que faremos e já estamos fazendo é, sim, inédito no RS”, completou a secretária.

O Avançar na Cultura prevê a aplicação de R$ 35,1 milhões no âmbito do patrimônio cultural, focando na qualificação, preservação e recuperação.

por O Sul