Em ótima companhia em qualquer lugar
Rádio Difusão, a sua melhor escolha
Sintonize conosco e fique por dentro de tudo
Ouça os melhores lançamentos musicais

Romildo anuncia permanência no Grêmio e abre mão de candidatura ao governo do RS

Publicado 12/05/2022 às 03:23

Romildo Bolzan Júnior seguirá como presidente do Grêmio | Foto: Reprodução / Grêmio / Divulgação / CP

O presidente Romildo Bolzan Júnior anunciou, nesta quinta-feira, que vai permanecer no Grêmio até o final do mandato e, com isso, abre mão da condidatura ao governo do Rio Grande do Sul pelo PDT (Partido Democrático Trabalhista).

“Todo mundo sabe que sou um militante político e sou filiado a um partido político (PDT). Não vejo nisso nenhum crime e nenhuma desonra. Recebi o convite para concorrer ao governo do Estado. Disse a eles que não poderia aceitar e vou concluir o mandato no Grêmio”, disse em entrevista coletiva.

A novela sobre a indefinição de Romildo ser ou não o pré-candidato do PDT para concorrer às eleições do Piratini durava alguns meses. Em entrevistas recentes, o mandatário gremista, quando indagado sobre o assunto, não fechava a porta. Pelo contrário, deixava em aberto a possibilidade. Nesta quinta-feira, porém, colocou um ponto final e garantiu permanência no Tricolor.

Romildo Bolzan está há oito anos como presidente do Grêmio e, nesse tempo, conquistou dez títulos. Os mais importantes foram: Copa do Brasil (2016), tirando uma seca de 15 anos sem conquistas relevantes, e Libertadores (2017). Porém, no último ano, viveu o pior momento: o rebaixamento para a Série B do Brasileirão.

Por CP